Nota de pesar: Falecimento do Sr. Severino Goes, jornalista e ex-oficial de Comunicação e Informação Pública do Escritório da OIT no Brasil

Notícias | 24 de Agosto de 2022
O Escritório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil recebeu com profundo pesar a informação sobre o falecimento do Sr. Severino Jorge Caldas de Araújo Goes, ocorrido em 22 de agosto de 2022.

Sua sólida experiência nos principais meios de comunicação do país, no judiciário e no executivo e na OIT, fez de Severino mais do que um bom jornalista; ele foi um excelente estrategista na mídia brasileira, ampliando o impacto do mandato do Escritório da OIT no Brasil e de seus parceiros, qualificando o ato de se comunicar com formadores de opinião nas mídias convencional e alternativa.

A mensagem dos direitos fundamentais do trabalho chegou de forma eficiente e eficaz aos formadores de opinião, aos tomadores de decisão e às pessoas que ainda não tinham tido acesso à informação sobre seus direitos fundamentais.

Jornalista com um talento ímpar, Severino trabalhou como oficial de Comunicação e Informação Pública no Escritório da OIT em Brasília por 10 anos, entre outubro de 2003 a agosto 2010 e, posteriormente, entre julho de 2011 e fevereiro de 2014.

Ao longo desse período, seu trabalho, sua sólida experiência em comunicação e seu olhar humano sobre os desafios de desenvolvimento no país foram fundamentais para ajudar o Escritório da OIT no Brasil a unir, conscientizar e engajar governos, e organizações de trabalhadores e de empregadores acerca da importância do combate ao trabalho escravo e ao trabalho infantil, e da promoção do trabalho decente para todas as pessoas.

Sua atuação foi imprescindível para ajudar a mudar a percepção da sociedade brasileira acerca da urgente necessidade de combate ao trabalho escravo, um crime e uma grave violação dos direitos fundamentais do trabalho, que, em pleno século XXI, ainda transforma homens, mulheres, adolescentes e crianças em mercadoria no Brasil e no mundo.

A OIT e sua equipe no Brasil, ao manifestar suas sinceras condolências aos filhos de Severino, Amanda, Joana e Gabriel, seus familiares, amigos e colegas, reiteram sua gratidão e seu reconhecimento ao colega Severino.

Sua trajetória de vida continuará a ser um exemplo para as pessoas que trabalham para a promoção da justiça social e do trabalho decente para todas as pessoas nacionais e estrangeiras, migrantes ou refugiadas, que buscam em solo brasileiro uma vida digna por meio de condições de trabalho decente.