Termo de Referência

Sistematização de projetos

Projeto Promoção do Trabalho Decente para Pessoas em Situação de Vulnerabilidade

O Escritório Regional da OIT para a América Latina e o Caribe está em busca de consultores individuais altamente qualificados em pesquisa e sistematização de programas e projetos de cooperação para realizar a sistematização do Projeto Promoção do Trabalho Decente para Pessoas em Situação de Vulnerabilidade.

O projeto intitulado “Promoção do Trabalho Decente para Pessoas em Situação de Vulnerabilidade”, firmado entre o Escritório da OIT no Brasil e o Ministério Público do Trabalho (MPT) visa contribuir para a atenção direta a grupos em situação de vulnerabilidade pela exclusão por causas diversas (racismo, sexismo, preconceito religioso, deficiência e outros). A estratégia central é desenvolver ações combinadas para aumentar a sua eficácia. Neste sentido, o projeto propõe iniciativas de formação profissional, aliadas à conscientização social, além de fortalecer outras habilidades, como expressão, autoestima e capacidade de planejamento de vida e carreira. As ações direcionadas aos grupos prioritários, às organizações de empregadores e trabalhadores e à sociedade aumentam as possibilidades da inclusão formal no trabalho, sua permanência e ascensão. Consequentemente, o Projeto busca fortalecer e aprimorar as políticas de enfrentamento as diferentes formas de exclusão e vulnerabilidades.

Para obter detalhes completos sobre a sistematização, convidamos você a acessar os termos de referência anexos.

As pessoas interessadas devem fornecer as seguintes informações:
• Proposta Técnica;
• Currículo;
• Proposta Financeira (valor global detalhado por unidade de cálculo, exemplo dia trabalho ou hora trabalho, insumos, entre outros)

A documentação solicitada deve ser enviada por e-mail, indicando na linha de assunto "EdI: Sistematização do Projeto Vulnerabilidade", a Diego Calixto (calixto@ilo.org). O prazo final para as inscrições é 30 de outubro de 2023 às 08:00 (GMT -5).

As perguntas serão respondidas até quinta-feira, 26 de outubro.